Dados curiosos que só 1% das pessoas conhece

A tecnologia nos traz informações que seriam inimagináveis de se obter a um tempo atrás. Por
causa disso achamos que nada mais pode nos surpreender. No entanto, existem vários locais
no mundo que não cansam de aparecer com coisas novas e por isso, aqui estão alguns:

RATO EM COMBATE AS MINAS
Graças as diversas guerras ao longo da história, diversos países ainda tem minas terrestres que
foram utilizadas nesses combates. Infelizmente, essas minas causam explosões e mortes até
hoje e calcula-se que uma em cada três vítimas é uma criança. A maior parte dos países com
essas ocorrências estão na África e Ásia e foi justamente no sudeste Asiático, na região do
Camboja, que um grupo de pesquisadores desenvolveram uma técnica para desarmar as minas
de uma forma bem peculiar.
Esse grupo de pesquisadores receberam 15 ratos que serviriam para detectar possíveis surtos
de tuberculose e treinaram os animais para que esses fossem capazes de desarmar minas.
Mesmo com a descrença inicial da população local, os grandes ratos logo começaram a se
tornar a melhor resposta a ameaça das minas, já que eram sensíveis a presença dos explosivos
e, por causa de seu pouco peso, não ativavam as minas quando estavam desarmando as
mesmas. E ainda de quebra, os ratos são bem mais baratos de alimentar que outros animais,
como os cães.
O FUNDADOR POBRE DA APPLE
Você muito provavelmente já ouviu falar de Steve Jobs e seu parceiro de negócios Steve
Wozinak. Eles são famosos pela fundação da Apple e suas revoluções tecnológicas. Porém,
dificilmente você deve conhecer o engenheiro aposentado Ron Wayne.
Wayne foi um dos amigos de Jobs e recebeu 10% das ações da Apple para se tornar parte do
conselho administrativo da empresa. Porém, 12 dias após receber as ações Ron Wayne acabou
vendendo sua parte por 800 dólares, pois tinha medo do fracasso da Apple. Se ele não tivesse
vendido as ações, Wayne teria hoje cerca de 60 milhões de dólares na conta e seria um dos
homens mais ricos do mundo. Ele afirma que não se arrepende da decisão, mas disse também
que nunca usou um produto da Apple.
E você? O que faria se fosse ele? Comenta aí.
PITURAS FEITAS COM BACTÉRIAS
A sociedade americana de microbiologistas inovaram ainda mais a forma de fazer pintura
moderna. Os especialistas notaram que se modificassem o DNA de uma espécie de bactéria ela
poderia mudar de cor quando exposta a luz.
A descoberta foi feita por cientistas americanos e as bactérias poderiam assumir até três cores
diferentes: azul, verde e vermelho. A partir dessa descoberta os cientistas conseguiram
replicar obras de arte com as bactérias e chegaram até mesmo a fazer uma exposição das
peças.
Felizmente, o objetivo dos cientistas não é o de competir com Van Gogh e sim de ajudar a
indústria química na emissão de sinais luminosos.
PONTE DE VIDRO

A China foi o primeiro país a fazer uma ponte com piso de vidro no mundo. Essa ponte fica
localizada no parque nacional de Shiniuzhai e está suspensa a 180 metros de altura do chão e
mede 300 metros de comprimento.
Apesar de ser a primeira ponte, essa ainda não é a maior ponte com piso de vidro do mundo, o
recorde mais uma vez vai para a China, dessa vez, com outra ponte localizada no parque
nacional de Shangjiajie. Essa nova ponte fica a 300 metros de altura ligando os dois lados de
um cânion com 430 metros de distância de uma ponta a outra.
Você teria coragem de atravessa-la? Comenta aqui embaixo.
KHANZIR O PORCO AFEGÃO
Comer porco no Afeganistão é proibido pelo Islã, por esse motivo não existem criação desse
animal nesse país. Dessa maneira, muitos afegãos nunca chegaram a colocar os olhos em um
porquinho.
Khanzir um porco, dado de presente pelo governo Chinês para o Afeganistão pode ser
atualmente o único porco em todo território afegão, por esse motivo Khanzir se tornou muito
popular no zoológico de Cabul. Ele é tratado com muita regalia, mas vive sozinho sem nenhum
outro porquinho por perto.
Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=ZBZ3G9_MKAM
Fonte: Mais Curiosidades

Compartilhe agora mesmo:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!